Governança de mega projetos urbanos: uma análise institucional da Copa do Mundo de 2014 em Natal/RN/Brasil.

Português, Brasil
Esse trabalho analisa o ambiente institucional de governança da Copa do Mundo de 2014 em Natal/RN/Brasil, a partir da matriz de responsabilidades entre os governos subnacionais e o governo federal visando às intervenções urbanas necessárias a realização do megaevento esportivo. O nosso argumento é que os governos subnacionais não estão preparados institucionalmente para a implementação de mega projetos urbanos que requerem prazos determinados no tempo. Embora a literatura sobre a descentralização no Brasil argumente que os governos subnacionais tenham fortalecido a sua capacidade institucional para executar as políticas públicas, em nível federal, verifica-se nos megaprojetos urbanos na Copa do Mundo que as competências entre os níveis de governo são assimétricas, com forte controle do governo federal sobre recursos e regulamentação e o enfraquecimento da capacidade institucional dos governos subnacionais.
Sessão: 
Temática