Territorializando a Copa: discursos em torno das mudanças territoriais na construção da Arena e da Cidade da Copa em Pernambuco.

Português, Brasil
O território pode ser considerado como o espaço de todas as relações envolvendo o meio físico e simbólico construídos socialmente pelos grupos envolvidos. Este trabalho analisa os discursos em torno das mudanças territoriais ocorridas com a realização dos Megaeventos Copa das Confederações e Copa do Mundo de 2014 em Pernambuco a partir da construção da Arena e o projeto da Cidade da Copa, nos municípios de Camaragibe, Recife e São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife. Trata-se de recorte da pesquisa “Uma Arena para Pernambuco: impactos e avaliações de promotores, vizinhos, beneficiados, atingidos”, financiada pelo CNPq e realizada pelo grupo de pesquisa Família, Gênero e Sexualidade (FAGES-UFPE). Busca-se pensar a questão territorial através das experiências das desocupações dos espaços para abrigar essas construções, assim como as obras de mobilidade de acesso à Arena. As populações afetadas possuem uma relação de pertencimento/identidade com esses espaços modificados pelas construções. (...)
Sessão: 
Temática